Liberado laudo sobre a Praia da Tartaruga

Share Button

Liberado laudo sobre a Praia da TartarugaO vice-prefeito e secretário de Meio Ambiente e Pesca, Carlos Alberto Muniz, representando o prefeito André Granado, divulgou na manhã dessa quarta-feira, dia 26 de fevereiro, o laudo técnico conclusivo da amostra da água da Praia da Tartaruga coletada pelos técnicos do Instituto Estadual do Meio Ambiente (INEA), na sexta-feira, dia 21. A coleta ocorreu logo após um grupo de banhistas ter demonstrado sintomas de contaminação nos olhos, nas vias aéreas e na pele, decorrente do contato com a água do mar e da presença no local na última quinta-feira, dia 20.

Foi detectada no laudo analisado pelo INEA, que avaliou características física, química e biológica da água da Praia da Tartaruga, a presença de produtos químicos como ferro, cobre e zinco. O laudo, porém, não é conclusivo no que diz respeito à origem desses produtos químicos, mas os mesmos têm características semelhantes aos utilizados nas caixas coletoras dos banheiros químicos dos navios. Além disso, o volume da mancha encontrada, com extensão de 200 metros e 40 metros de largura, também aponta para uma grande embarcação.

Contudo, depois da análise do local pela equipe técnica da Secretaria de Meio Ambiente, a Praia da Tartaruga foi liberada para banho na manhã dessa quarta-feira, dia 26, já que foi descartada a permanência dos sintomas que causaram danos à saúde a cerca de 60 pessoas. Além disso, também foi descartada a presença de vazamento de esgoto, pela ausência de uma coloração diferente do mar e nem odor fora do normal.

A Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, vai continuar investigando a situação, até chegar à origem da contaminação, para que a empresa ou pessoa responsável seja acionada judicialmente pela Procuradoria, sob pena de multa ambiental, já que o ocorrido, além de ser uma irresponsabilidade social, ainda se enquadra como crime ambiental.

Foto: Ascom Búzios

 

Share Button

Você pode gostar...