Defeso da Lagoa de Araruama teve sucesso

Share Button

Defeso da Lagoa de Araruama teve sucessoNo dia 01 de novembro o secretário de Estado de Ambiente, Carlos Minc, veio a São Pedro da Aldeia, acompanhado do subsecretário de Ambiente, Luiz Firmino para comemorar junto aos pescadores e autoridades locais o sucesso do 1° Defeso da Lagoa de Araruama que foi encerrado no dia 31 de outubro. O defeso aconteceu durante os meses de agosto, setembro e outubro (90 dias) e foi instituído para favorecer a reprodução e o crescimento de inúmeras espécies de peixes e frutos do mar residentes na Lagoa de Araruama uma vez que durante este período a pesca estava proibida.

Considerando que a atividade pesqueira é a única fonte de renda dos pescadores cadastrados pelas colônias e que grande parte deles não estava contemplada pelo seguro defeso, a CT de Pesca do CBH Lagos São João criou e executou o Programa Sentinelas da Laguna. Através do programa 120 pescadores foram beneficiados com uma bolsa auxílio de R$ 500,00 financiada pelas concessionárias Prolagos e Águas de Juturnaíba durante os meses do defeso, e desempenharam atividades socioambientais em prol da preservação e recuperação ambiental da Lagoa de Araruama.

Durante este período os pescadores do programa recolheram toneladas de lixo e retiraram estacas e antigas redes de pesca deixadas na lagoa que atrapalhavam a circulação de peixes e atrapalhavam a navegação. A guarda ambiental dos 5 municípios do entorno da lagoa também realizou diversas fiscalizações e apreendeu cerca de 4 quilômetros de redes de pesca colocadas por pescadores que insistiam em pescar fora do período permitido.

Além das comemorações em torno do sucesso do defeso, o secretario anunciou que será lançada, ainda em novembro, a licitação das obras de desassoreamento do Canal de Itajuru – que faz a ligação da Lagoa de Araruama com o Oceano Atlântico, orçadas em R$ 2,4 milhões e a do sistema de balizamento do canal, avaliado em R$ 1,2 milhão.

Disse que também foi aprovado o estudo de viabilidade da abertura de um novo canal entre o oceano e a lagoa, pelo município de Arraial do Cabo, reaproveitando o canal que já é aberto pela Álcalis. Ele diz que: “Uma lagoa tão grande como essa não pode ter mesmo apenas um canal de ligação com o oceano”.

Share Button

Você pode gostar...