Belezas naturais e pontos turísticos para todos os gostos neste verão em Cabo Frio

Share Button
Forte São Mateus

Forte São Mateus

Nesta temporada, moradores e visitantes do município de Cabo Frio poderão usufruir de diversos pontos turísticos que a cidade tem a oferecer. Além das belezas naturais como a Praia do Forte, – que recentemente teve a sua orla reinaugurada – Praia das Conchas e Dormitório das Garças, a cidade possui prédios históricos e patrimônios públicos que fazem parte do conjunto de atrações para quem busca entretenimento e lazer.

Uma das atrações mais visitadas é o Forte São Mateus, erguido em 1617 para cumprir um objetivo militar. No ano de 1956, ele foi tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e atualmente compõe, com a Praia do Forte, um dos mais belos cartões postais do litoral do Brasil. O Forte está aberto à visitação de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Compondo o cenário está o Marco da Feitoria, localizado no Morro do Arpoador, próximo ao Forte São Mateus, que é definido como o ponto em que Américo Vespúcio aportou e instalou a primeira Fortaleza – Feitoria portuguesa no Brasil. Também é o marco de fundação da cidade, em 1615.

Outra atração histórica é o Charitas. Fundado em 1840 com a finalidade de acolher crianças abandonadas, hoje serve como sede do Museu José de Dome, em prédio tombado pelo patrimônio municipal. O Museu está localizado na Avenida Nossa Senhora da Assunção e funciona de terça a domingo, das 14h às 20h.

Além destas opções, encontra-se localizada, próxima ao Largo do Itajurú, perto do Morro da Guia, a Fonte do Itajurú. Construída em 1847, por ordem de D. Pedro II em visita à cidade, a proteção da Fonte é marcada com o brasão do Império. Antigamente utilizada como ferramenta de recursos hídricos para o centro da cidade, hoje abriga várias espécies de plantas nativas – tais como o pau-brasil – no intuito de auxiliar na arborização do município.

Casa Scliar comemora 90 anos do artista plástico

Localizada no Boulevard Canal, a Casa Atelier Carlos Scliar é um Instituto Cultural que abriga a maior parte do acervo do artista. Sua coleção, referência da arte do século XX, vai de Guignard a Cildo Meirelles.

O artista conheceu Cabo Frio em 1941. Em meados de 1964, adquiriu um sobrado em ruínas do final do século XIX e o transformou em sua casa e seu atelier titular, onde pintou por mais de quarenta anos. Em sua homenagem, a Prefeitura de Cabo Frio, em parceria com o Instituto, rebatizou trecho da margem do Canal do Itajurú como Orla Scliar, inaugurando a escultura do artista plástico em tamanho natural. A Casa comemora neste mês os 90 anos de seu nascimento mas a exposição “90 anos de Scliar” permanecerá aberta durante todo o ano de 2011.

O Instituto Cultural fica localizado na Avenida dos Pescadores, 253 e 265 – bairro São Bento. Telefones: (22) 2643-0562 e (22) 2643-1295.

Contudo, não é só no Centro da cidade que moradores e turistas encontram ótimas opções de lazer cabofrienses. Dentre os pontos históricos da cidade, o Convento de Santo Inácio, em Campos Novos, no Distrito de Tamoios, foi erigida na fazenda de Manoel Gonçalves pelos jesuítas. O botânico Saint – Hilaire quando visitou o lugar em 1818 viu na fazenda um imenso pátio de forma quadrangular que ainda hoje se mantém conservado. Ao lado da igreja, encontra-se um pequeno cemitério. Os interessados podem visitar o local de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para grupos turísticos, as visitas guiadas no sábado e no domingo podem ser agendadas através do número (22) 2625-6162.

Para quem curte turismo ecológico, uma boa opção é o Dormitório das Garças, que é a primeira unidade de conservação de Cabo Frio, instalada pela Prefeitura e inaugurada no Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho de 2007. No final da tarde, um espetáculo pode ser admirado, pois é o momento em que as garças de toda a região retornam ao manguezal, em grandes grupos, para passarem a noite.

O objetivo é utilizar a unidade em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação como um pólo permanente para a difusão de técnicas preservacionistas, entre os alunos da rede pública, fazendo com que cada turma seja ouvinte de uma palestra tendo como temática o manguezal. Para isso, no Dormitório, além do auditório com capacidade para quarenta pessoas, também há um mirante para se ver a chegada e a partida das aves.

O Dormitório das Garças está localizado na Avenida Wilson Mendes, s/n°, aberto de segunda a sexta-feira de 8h às 17h. Os grupos turísticos que quiserem agendar visita guiada devem ligar para o número: (22) 9287-5220. Aos sábados e domingos o lugar fica aberto, mas não é possível acompanhar os trabalhos de educação ambiental. A entrada é gratuita.

Igrejas também estão entre os locais mais visitados

Já dentre as atrações turísticas religiosas, está a Paróquia Matriz Nossa Senhora de Assumpção, localizada em frente à Praça Porto Rocha, no Centro da cidade. Construída em 1615, em estilo jesuítico, possui altares barrocos: no altar-mor está a imagem da padroeira, esculpida em madeira ricamente estofada feita em Lisboa. A igreja funciona para visitação de segunda a domingo, de 7h30 às 20h. Já as missas são ministradas de segunda a sexta-feira, às 7h30, terça a sexta-feira, às 19h, sábado, às 20h, e domingo, às 8h30, 17h e 20h.

Além da paróquia, outra igreja que chama a atenção é a Igreja de São Benedito, localizada no bairro Passagem, um dos mais bucólicos da cidade. Fundada por João Botelho, em 1761, no largo do mesmo nome para abrigar os escravos que se associavam em irmandades, a pequenina Igreja de linhas simples é um primor de arquitetura religiosa colonial, com características do período.

Ainda constituindo o conjunto de obras religiosas, estão o Convento Nossa Senhora dos Anjos – anexo ao Museu de Arte Religiosa e Tradicional, localizado no Largo Santo Antônio – e Mirante e Capela Nossa Senhora da Guia, que foram concluídos em 1696, logo após a elevação de Cabo Frio à condição de cidade. Ali, os franciscanos ergueram a Ordem Terceira da Penitência e, ao lado, o cemitério com rico acervo em arte mortuária, tombado pelo IPHAN.

No outeiro, situa-se a Capela, construída no século XVIII, e o Mirante, com suas pedras sulcadas que formam um sítio arqueológico datado do período Arcaico ou Pré-cerâmico. O funcionamento é de terça a sexta-feira, das 10h às 12h e das 13h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h.

Maior museu do surf da América Latina está em Cabo Frio

Para os interessados na prática e na história do surf , o Museu do Surf abre suas portas de segunda a sábado, de 10h às 19h, com a possibilidade de visitas guiadas. O lugar é considerado o maior museu do gênero na América Latina. No acervo, estão mais de 300 pranchas nacionais e importadas – algumas das décadas de 40 e 50 -, além de livros, roupas, troféus, skates, fotos e vídeos. O espaço está localizado na Rua Jorge Lóssio (ao lado da Pousada Maria). Outras informações pelo site www.museudosurf.com ou pelos telefones: (22) 9215-2110 e (22) 9278-5989.

E para aproveitar ainda mais as praias e ilhas oferecidas pela privilegiada natureza cabofriense, a “Rua dos Biquínis”, situada no Gamboa Shopping, é a principal concentração de estabelecimentos de confecções de moda praia e aeróbica no Brasil. Possui mais de cem lojas que exportam boa parte de sua produção. No verão, o comércio fica aberto de segunda a domingo, das 9h às 22h30.

Destacando ainda no conjunto de atrações turísticas que Cabo Frio oferece está o Terminal de Barcos, que proporciona passeios de duas horas de duração, de 10h30 às 14h30 e 14h30 às 16h30, ao custo de R$ 30 por pessoa. Caso haja grande fluxo de passageiros, o horário das 16h30 será disponibilizado para passeios de uma hora de duração no valor de R$ 20 por pessoa, com, no mínimo, 10 tripulantes.

Share Button

Você pode gostar...