No próximo final de semana (13 e 14), a população de Macaé terá o prazer de conferir grandes nomes do graffiti nacional e internacional, e a nova geração de jovens que inicia na arte, hoje tão respeitada no mundo.

O evento “Kolirius para Macaé” é uma realização da prefeitura junto ao grupo de graffiteiros, Kolirius, e contará com a parceria da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer e Cemeaes, além de outros órgãos públicos que acreditam na arte de rua e sua importância como ferramenta de comunicação.

A finalidade do encontro é apresentar a arte contemporânea à população e a potência da Arte de Rua, sendo feita com autorização. Prova disso, é que o encontro será realizado na Barra de Macaé, e a arte será feita no muro do Cemeaes, Unidade V, onde o vice-presidente da Fundação de Esporte de Macaé, Anderson Rangel, convidou o grupo Kolirius Crew para utilizar o muro como tela.

O muro será composto através de letras, personagens e formas, a partir das 9h, e seguirá até às 18h. No domingo, começa às 10h e segue até 18h. Somando ao evento, o skatista, Leandro Macaé estará fazendo performances, mostrando à nova geração a importância da prática de esportes com responsabilidades.

Com aproximadamente 60 metros o muro será graffitado com temas diversos, e por vários artistas dentre eles Marcelo (Ment) e Carlos Esquivel (Acme), do Rio de Janeiro; Criverson (Akuma), de Niteroi e Sipros de São Paulo. A presença feminina também está garantida através das graffiteiras, Aila de São Gonçalo; Aishaa do Canadá e Flah de São Paulo, além de diversos alunos.

Atualmente, a arte de rua ou Graffiti revelou-se a linguagem visual internacional de cultura juvenil. Esse fenômeno se espalhou e, hoje, é apresentado como casos de sucesso em várias capitais do país. Em Macaé a Fundação de Cultura já oferece aulas de graffiti a jovens de diversos bairros, por meio do programa Art Luz, paralelo agora está a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, que vem apoiando e trabalhando na direção desses jovens.

Alex de Moraes, secretário de Turismo, Esporte e Lazer, vem se mostrando preocupado com a degradação nos espaços públicos que o município vem sofrendo. “Com esse apoio, acreditamos que a arte pode ser usada sim nos espaços públicos, mas de forma construtiva para a sociedade, educativa para os jovens e fortalecedora para a arte”, afirma o secretário.

Para o professor de graffiti do projeto Art Luz e um dos integrantes do Kolirius Crew, idealizadores do evento, Muk, trabalhar essa arte é também mexer com o sentimento dos jovens. “É um orgulho poder possibilitar a eles terem acesso de maneira saudável na arte do graffite, na minha época não tinha, tive que ir para São Gonçalo. Hoje, vejo pais que apóiam seus filhos, quebrando a barreira que tínhamos no início da década de 90 com o graffiti. Hoje, somos muito procurados para dar aulas e educar através do graffiti”, conclui Muk.

Kolirius Crew é composto por sete jovens: Muk, Ric, Talu, Fawe, Kid, Naro e Ago; trata-se de um grupo de graffiteiros, recentemente selecionados como um dos melhores grupos do Brasil, através do evento “King of Brasil”, realizado em São Paulo.

O encontro de dois dias dará oportunidade a jovens de Macaé e da região a conhecer o graffiti de perto. A arte de Rua multicolorida já tomou conta de cidades como Nova York (EUA), Madri (Espanha) e até castelo na Escócia, ou seja, é ao ar livre que o graffiti tem mais energia. O convite está feito, agora, é redescobrir uma Macaé vibrante tingida por spray consciente.