Art Luz representa Macaé no maior festival de dança do mundo

Share Button

Arte Luz MacaeDezessete bailarinos do Programa Art Luz, da Fundação Macaé de Cultura, sairão de Macaé no próximo dia 14 para participar do 27ª Festival de Dança de Joinville, em Santa Catarina. Os jovens macaenses irão mostrar quatro coreografias no evento. Com duas, disputarão no âmbito competitivo, no Centreventos Cau Hanssen, que tem capacidade para oito mil pessoas, e com as outras se apresentarão no Palco Aberto, que ocorre em diversos pontos da cidade do Sul do país.

O Festival de Dança se realiza entre os dias 15 e 25 deste mês, sendo o maior encontro de bailarinos do mundo. “No ano passado, vencemos na categoria trio contemporâneo avançado, com a coreografia “Todo Bobo”. Na próxima edição, a Cia Art Luz de Dança e Teatro vai competir com as coreografias “Cinderela” – cuja performance é feita por oito bailarinos que dançam o estilo jazz – e “Telma”, contemporâneo com outros oito bailarinos”, conta a diretora geral do Art Luz, Ângela Terra.

Segundo um dos produtores da Cia Art Luz de Dança e Teatro,Rafael Cassius, de 25 anos, os bailarinos de Macaé, que têm idades entre 17 e 25 anos, são moradores da periferia da cidade, tem ensaiado e se preparado para o evento com muita dedicação desde o início do ano. Eles são os únicos representantes (na esfera competitiva) da categoria contemporânea do estado do Rio de Janeiro.

“No palco aberto, atuaremos com as coreografias “Estação 171 – Parada Radical” (Dança de Rua) e “Um tanto de Coragem” (Duo Contemporâneo). Serão pontos de suas apresentações Hiper Mercados, Hospitais, Praças, Teatros Menores e Shopping Centers, numa valorização da arte de dançar ímpar e sensacional, com presença maciça de moradores e visitantes”; conta Rafael.

Neste evento também haverá realização de diversos cursos de dança. A jovem macaense Larissa Fernandes da Silva, de 18 anos, moradora da Fronteira, fará curso prático de dança de rua “Free Style” e curso contemporâneo avançado, além de outro que se refere a aulas da arte de dançar para o público infantil. Ela quer ser professora de dança do Art Luz com ênfase e foco em crianças da periferia.

Foto: Ana Chaffin

Share Button

Você pode gostar...