Reunião para definir rumo dos desfiles das escolas de samba em Cabo Frio

Share Button

A Liga das Escolas de Samba de Cabo Frio se reuniu na noite da última quarta-feira, dia 13 de março, com os representantes do poder público, o Secretário de Cultura José Facury e o Superintendente da Morada do Samba, Ubirajara de Souza, para definir os caminhos que serão dados aos desfiles das escolas de samba de Cabo Frio.

A reunião foi aberta com a fala do Tesoureiro da Liga, Leandro Corrêa, que pediu ao poder público uma posição formal sobre a situação dos desfiles das escolas de samba, já que até o momento não foi repassado à instituição nenhum valor referente ao carnaval.

O representante da Liga lembrou que a instituição continua atuante a exemplo da presença como representante do segmento do samba nos dois dias do Fórum Municipal de Cultura nessa semana, mesmo sem ter realizado o carnaval em fevereiro, que teve como principal causa à falta de tempo hábil na troca de governo, o que atrasou a verba destinada aos desfiles.

O secretário de Cultura de Cabo Frio, José Facury lamentou o episódio da não realização do carnaval pelas 14 agremiações em 2013 e trouxe uma proposta em nome do Prefeito Alair Correia, que alertou sobre a atual situação instável dos royalties para o município, fonte do repasse para realização do carnaval da Liga.

A proposta consiste na não realização dos desfiles em 2013 a fim de reestruturar toda a parte interna do carnaval das escolas, assim como da organização dos desfiles. As oito agremiações do Grupo Especial receberiam o valor de R$ 50 mil e as seis escolas do Grupo de Acesso e da Escola da Comunidade receberiam o valor de R$ 35 mil até o mês de julho.

Esse valor seria para iniciar o carnaval de 2014 e poder realizar ações que possam multiplicar esse valor, como eventos e shows para uso em 2013. E ainda completou que até outubro desse ano, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, definiria o segundo repasse de no mínimo R$ 50 mil para o Grupo Especial e R$ 35 mil para o Grupo de Acesso e Escola da Comunidade até janeiro de 2014. Lembrando que o carnaval no próximo ano ocorrerá no mês de março.

Os representantes das agremiações pediram aos representantes da Prefeitura que o espaço da Morada do Samba possa ser liberado para uso da Liga das Escolas de Samba a fim de atrair a iniciativa privada, diminuindo assim a dependência da instituição ao repasse financeiro do poder público.

Com isso, foi identificado e definido a necessidade de um Fórum Municipal de Carnaval, que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 20 de abril, das 19 às 22 horas, na Morada do Samba, a fim de discutir e tirar resoluções que tragam mais afinamento nas questões dos desfiles das escolas de samba no carnaval de Cabo Frio.

O Secretário de Cultura afirmou sua admiração ao mundo do samba como artista e folião e disse acreditar que essa situação possa ser revertida em breve com muito trabalho e um novo tipo de gestão para o carnaval. E lembrou ainda que a Liga das Escolas de Samba de Cabo Frio (LIESCF), assim como a Associação Tribal e a escola de música da Maestrina Suziane Borges, são as únicas associações culturais de Cabo Frio que são gestoras dos seus próprios projetos e que possuem certidões negativas de débito.

Share Button

Você pode gostar...